Conheça os alimentos campeões em agrotóxicos

Oii gente, bom dia!
Hoje vamos falar um pouco sobre os alimentos orgânicos, que estão em grande evidencia hoje pela mídia. Vamos tirar dúvidas, esclarecer alguns pontos e questões sobre os agrotóxicos e saber quais os alimentos campeões nesse quesito. 
 
O que é alimento orgânico?
O alimento orgânico não é somente “sem agrotóxicos” como se veicula normalmente.  Além de ser isento de insumos artificiais como os adubos químicos e os agrotóxicos (e isso resulta na isenção de uma infinidade de subprodutos como nitratos, metais pesados, etc) ele também deve ser isento de drogas veterinárias, hormônios e antibióticos e de organismos geneticamente modificados (transgênicos).
 
Durante o processamento dos alimentos é proibido o uso das radiações ionizantes (que produzem substâncias cancerígenas, como o benzeno e formaldeído) e aditivos químicos sintéticos como corantes, aromatizantes, emulsificantes, entre outros.
Você deve também entender que alimento orgânico não é menor ou de aspecto inferior do que o convencional. Normalmente esse tipo de alimento provém de uma fazenda orgânica em sua fase inicial de produção ou a um sistema produtivo que não aplica adequadamente as práticas da agricultura orgânica. Um alimento orgânico de qualidade é competitivo, saboroso e mais saudável que o convencional.
 
O que são os agrotoxicos?
Os agrotóxicos são substâncias químicas (herbicidas, pesticidas, hormônios e adubos químicos) utilizadas em produtos agrícolas e pastagens, com a finalidade de alterar sua composição, e assim, preserva-los da ação danosa de seres vivos ou substâncias nocivas.
 
Em que alimentos podem ser encontrados?
Eles podem ser encontrados em vegetais (verduras, legumes, frutas e grãos), açúcar, café e mel. Alimentos de origem animal (leite, ovos, carnes e frangos) podem conter substâncias nocivas que chegam a contaminar a musculatura, o leite e os ovos originados do animal, quando ele se alimenta de água ou ração contaminadas.
 
Males à natureza e perigos à saúde:
Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), o uso intenso de agrotóxicos causa a degradação dos recursos naturais como, solo, água, flora e fauna, em alguns casos de forma irreversível, levando a desequilíbrios biológicos e ecológicos. Além de agredir o ambiente, a saúde também é afetada pelo excesso destas substâncias. Estudos indicam que se ultrapassarmos quantidades dentro dos valores diários aceitáveis as consequências serão dores de cabeça, alergia e coceiras. Em casos mais graves de exposição direta, há possibilidade do aparecimento de distúrbios do sistema nervoso central e até câncer.
 
É possivel remover todo o agrotóxico lavando os vegetais?
Infelizmente, não. Lavar frutas e verduras em água corrente é fundamental, porém só retira parte do agrotóxico usado nas plantações. Estas substâncias acabam sendo absorvidas pelos alimentos e circulam, através da seiva, por todos os tecidos vegetais. Lavar os produtos só retirará a camada superficial de agrotóxicos.
Deixar de molho em soluções à base de cloro ou cloreto de sódio e permanganato de potássio elimina possíveis parasitas que estejam entre as folhas das verduras. Estes produtos estão à venda em supermercados e são distribuídos gratuitamente em postos de saúde mantidos pelo SUS (o famoso hipoclorito de sódio). 
 
Os dez alimentos que mais contêm agrotóxicos, segundo a Anvisa:
A Anvisa divulgou uma lista com os alimentos que exigem cuidados, por apresentarem grandes quantidades de agrotóxicos ou tipos proibidos deles.
Veja a porcentagem de amostras contaminadas:
 
- Pimentão (80,0%)
- Uva (56,40%)
- Pepino (54,80%)
- Morango (50,80%)
- Couve (44,20%)
- Abacaxi (44,10%)
- Mamão (38,80%)
- Alface (38,40%)
- Tomate (32,60%)
- Beterraba (32,00%)
 
 
Como podemos ver o alimento orgânico oferece muitos benefícios a nossa saúde, além de respeitar o meio ambiente, já que evita a contaminação do solo, água e vegetação. A única desvantagem  é que são mais caros que os convencionais, pois são produzidos em menor escala e os custos de produção acabam sendo maiores. Na minha opinião, vale investir em alguns alimentos orgânicos, pelo menos, como o morango, pimentão, tomate (da lista acima), pois estes oferecem uma carga imensa de agrotóxicos, o que pode ocasionar algum problema futuramente. 
 
Uma boa ideia, é tentar montar sua própria horta em casa. Assim, você garante mais saúde para sua família sem aumentar os custos no orçamento. 

 

Leia também

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.
 

De bem com a balança

Todos os direitos reservados ©