Superstições para a ceia do Réveillon

A virada do ano se aproxima e as pessoas já fazem contagem regressiva para colocar em prática as suas tradições e receber 2014. O que não pode faltar nessa data é uma mesa farta, repleta de comidas deliciosas. Confira algumas dicas:

·Uvas - Come-se 11 guardando as sementes, e fazendo pedidos para o ano que está chegando. A fruta que traz boa sorte para o ano inteiro.

·Arroz – simboliza riqueza, fertilidade e saúde, portanto ele deve estar presente na mesa para garantir que o ano seja promissor. Um dos alimentos mais consumidos em todo o mundo.

·Lentilha – simboliza sorte e deve ser o primeiro alimento a ser consumido na virada do ano para trazer sucesso financeiro. É um excelente acompanhamento para o arroz. Rica em ferro.

·Peixe – Muitas culturas acreditam que os peixes trazem boas vibrações. Os japoneses acreditam que eles são um símbolo de fertilidade por conta de sua capacidade de produzir toneladas de ovos. Os suecos também comemoram a virada do ano com uma abundância de frutos do mar, incluindo pratos em conserva.

·Carne de suíno – também é tradicional na ceia de final de ano. Isto porque o porco “fuça” para frente. Da mesma forma não é considerado sinal de bom agouro comer aves, como o peru, que ciscam para trás. A relação é com o andar para frente ou para trás, no ano que começa.

·Romã – com sua enorme quantidade de sementes é símbolo de fartura e fertilidade. Os judeus, no Rosh Hashaná, pedem a multiplicação das bênçãos divinas ao comer a romã. As sementes vão para debaixo do travesseiro para atrair “dinheirinha”. Já no cristianismo, as sementes simbolizam esperança.

Lembrem-se de alternar a bebida alcoólica com água. Ou seja, a cada taça de champanhe um copo de água. Assim você curte a festa e ainda evita a ressaca no dia seguinte!

Feliz ano novo!!!!

Leia também

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.
 

De bem com a balança

Todos os direitos reservados ©